Archive for janeiro, 2008

30jan08

Algumas palavras sabem como nos dar um chute na cara e depois, sem mais nem menos, com o silêncio, nos deixar sem saber para onde ir… Isso machuca.


dividendo.

29jan08

Estou pensando em pintar o cabelo mês que vem! ÊÊÊ laiaaa, eu não agüento ficar muito tempo com a mesma cara. Na verdade, isso também pode ter outra explicação; eu estou ansiosa (leia-se sou ansiosa) e costumo descontar tudo no meu cabelo! Sei lá por que, vai ver por ele ser propriedade minha, só minha, […]


tragicômico…

28jan08

*Um dia da semana, conversando com o namorado: Ah! Para a mulher deve ser complicado descobrir o primeiro fio de cabelo branco, né? Sei lá, acho que a gente não sabe lidar com isso muito bem… *Dias depois, no cabeleireiro: Logo, logo você vai ter que começar a pintar o cabelo, né? É? Por quêêê? […]


alô?

28jan08

Como pode um telefonema deixar as coisas tão mais doce?


uno

27jan08

Eu nunca fui muito ligada a coisas místicas, sabe? Mas, a minha busca por incensos me fez visitar algumas lojas e despertar em mim o interesse pela coisa. Esse ano é um ano UNO, ou seja, tempo de reinícios! Por ironia, coincidência ou felicidade do destino, meu ano pessoal também é UNO, o que, “individualmente, […]


as pilhas!

25jan08

Era o grande dia! Ou melhor, a grande noite! Nada melhor, para um casal de namorados, do que uma saidinha noturna com rumo ao motel… Enquanto ele janta em sua casa, ela toma um banho de duas horas acompanhada de sua mais fiel amiga, Dona Gillette. Sim, porque pêlos são o oh, ela odeia e […]