da janela…

18mar09

…lateral, do quarto de dormir ♫

Essa é uma das músicas que eu adoro ouvir! Sabe aquelas que ficam numa listinha especial? Aquelas que nos passam um sentimento bom enquanto ouvimos?! Então…

Mas, o que me fez lembrar dela hoje, foi um texto que eu recebi de um amigo meu, o Grilo ;) o momento para a leitura não poderia ter sido outro, me fez sentir uma paz diferente…nada melhor para um momento de tpm, né? huHAuhua

Espero que vcs também gostem e reflitam :) beijão, com carinho :* já já eu volto!

SENTAR-SE À JANELA DO AVIÃO – Alexandre Garcia

like_a_cotton_candy_by_retomasi

Era criança quando, pela  primeira vez, entrei em um avião. A ansiedade de voar era enorme. Eu queria me sentar ao lado da janela de qualquer jeito, acompanhar o vôo desde o primeiro momento e sentir o avião correndo na pista cada vez mais rápido até a decolagem. Ao olhar pela janela via, sem palavras, o avião rompendo as nuvens, chegando ao céu azul. Tudo era novidade e fantasia..

Cresci, me formei, e comecei a trabalhar.  No meu trabalho, desde o início, voar era uma necessidade constante. As reuniões em outras cidades e a correria me obrigavam, às vezes, a estar em dois lugares num mesmo dia. No início pedia sempre poltronas ao lado da janela, e, ainda com olhos de menino, fitava as nuvens, curtia a viagem, e nem me incomodava de esperar um pouco mais para sair do avião, pegar a bagagem, coisa e tal.

O tempo foi passando, a correria aumentando, e já não fazia questão de me sentar à janela, nem mesmo de ver as nuvens, o sol, as cidades abaixo, o mar ou qualquer paisagem que fosse. Perdi o encanto. Pensava somente em chegar e sair, me acomodar rápido e sair rápido. As poltronas do corredor agora eram exigência . Mais fáceis para sair sem ter que esperar ninguém, sempre e sempre preocupado com a hora, com o compromisso, com tudo, menos com a viagem, com a paisagem, comigo mesmo.

Por um desses maravilhosos ‘acasos’ do destino, estava eu louco para voltar de São Paulo numa tarde chuvosa, precisando chegar em Curitiba o mais rápido possível.. O vôo estava lotado e o único lugar disponível era uma janela, na última poltrona. Sem pensar concordei de imediato, peguei meu bilhete e fui para o embarque.

Embarquei no avião, me acomodei na poltrona indicada: a janela. Janela que há muito eu não via, ou melhor, pela qual já não me preocupava em olhar. E, num rompante, assim que o avião decolou, lembrei-me da primeira vez que voara. Senti novamente e estranhamente aquela ansiedade, aquele frio na barriga. Olhava o avião rompendo as nuvens escuras até que, tendo passado pela chuva, apareceu o céu. Era de um azul tão lindo como jamais tinha visto. E também o sol, que brilhava como se tivesse acabado de nascer. Naquele instante, em que voltei a ser criança, percebi que estava deixando de viver um pouco a cada viagem em que desprezava aquela vista..

Pensei comigo mesmo: será que em relação às outras coisas da minha vida eu também não havia deixado de me sentar à janela, como, por exemplo, olhar pela janela das minhas amizades, do meu casamento, do meu trabalho e convívio pessoal?

Creio que aos poucos, e mesmo sem perceber, deixamos de olhar pela janela da nossa vida.

A vida também é uma viagem e se não nos sentarmos à janela, perdemos o que há de melhor: as paisagens, que são nossos amores, alegrias, tristezas, enfim, tudo o que nos mantém vivos.

Se viajarmos somente na poltrona do corredor, com pressa de chegar, sabe-se lá aonde, perderemos a oportunidade de apreciar as belezas que a viagem nos oferece. Se você também está num ritmo acelerado, pedindo sempre poltronas do corredor, para embarcar e desembarcar rápido e ‘ganhar tempo’, pare um pouco e reflita sobre aonde você quer chegar. A aeronave da nossa existência voa célere e a duração da viagem não é anunciada pelo comandante. Não sabemos quanto tempo ainda nos resta. Por essa razão, vale a pena sentar próximo da janela para não perder nenhum detalhe. Afinal,  ‘a vida, a felicidade e a paz são caminhos e não destinos’.

OBS: A foto eu fiz num desses momentos em que a gente admira o céu com olhos de criança ;)

Anúncios


13 Responses to “da janela…”

  1. Que lindo post!
    Realmente, quantas vezes agente deixa de olhar pela janelinha da vida, por pressa de sair mais rápido, de acabar o que estamos fazer, de nos preocupar com coisas inuteis.
    Adorei o texto, me fez refletir sobre várias coisas, as vezes me sinto assim também!

    Beijos

  2. 2 liquidificadordeparede

    Que bonito!
    Eu sempre (que possível) sento na janela.
    E às vezes me preocupo tanto em apreciar a paisagem que me esqueço de me concentrar nas coisas sérias.
    rs

    beijocas

  3. 3 liquidificadordeparede

    Foi a Daisy q escreveu, viu?! hehe

  4. eu sou que nem criança quando entro em avião. morro se não sentar na janela. hahaha.

    e o texto é bem bom mesmo. :)

  5. 5 Luh

    Que coisa mais linda!!!
    adorei!!!
    a foto e o texto
    e tambem ADORO essa musica!!!!
    beijo!!

  6. Nossa que coisa mais linda Re, amei esse texto =)

  7. Realmente veio em um bom momento!!
    Lindo, lindo!
    Clap clap pro Grilo! o/

    ;**

  8. Fotoooooo linda!! *_________*
    E com ceretza voar é uma das experiencias mais legais pra se ter…Ainda mais quando s eé criança, é sempre bom dxar uma criança voar ainda quando pequeno, pq ver aqueles olhinhos brilhando e a empolgação é lindo!
    Até hj eu sou meio criança quando ando d avião!
    Beijoss!

  9. Eu adoro sentar na janela, você acompanha tudo sabe…eu sou capaz até de trocar de lugar com alguém pra sentar na janela ;*

  10. Rê, vou ser bem sincera e dizer que AINDA não li o texto do seu amigo (volto em breve, pois agora tô com pressa)… Mas, tive a impressão de que músicas com a palavra JANELA sempre trazem boas mensagens, sou apaixonada pela “Quando o sol bater na janela do teu quarto” do Legião, pois qdo era uma Cris Baby, minha manhe sempre me acordava com essa música!!!!! E ela suuuuper lembra a minha infância e a minha manhe!!!!!!

    Bem, vim aqui dizer que tem 2 selinhos para vc lá no Honey, viu????

    Aaaahhhh, então quer dizer que sua manhe gostou do chaveiro???? hihihi Tb coloquei o meu (que é vermelhinho) na minha chave!!!!

    Bjins

  11. Texto lindo. Parabéns Rê….simplesmente lindo! =D
    Bjão.

  12. Agora sim tive tempo de ler o texto Rê!!!! Nossa, que linda mensagem num exemplo tão singelo!!!! Parei para pensar e percebi que às vezes a pressa é tanta que sento no corredor… vou voltar a pedir a poltrona da janela e apreciar todo o caminho!!!!!

    Bjins

  13. Fui eu que mandei hahaha ;)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s